#Wilson Carlos

08 de fevereiro de 2017, 12h53

Eike Batista é indiciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa

A Polícia Federal indiciou o empresário Eike Batista por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Também foram indiciados o ex-governador Sérgio Cabral, sua ex-mulher – prima de Aécio Neves – Susana Neves, o advogado Flávio Godinho, ex-executivo do grupo EBX e outras nove pessoas.


17 de novembro de 2016, 09h30

Policia Federal prende Sérgio Cabral por propina, valor chegaria a R$ 224 milhões

Ex-governador do Rio de Janeiro foi preso por suspeita de liderar esquema de desvio de dinheiro de obras públicas. Acordos com empreiteiras chega a R$ 224 milhões.