Seja Sócio Fórum
31 de julho de 2018, 08h30

Tarso diz que prefere Boulos a Haddad caso Lula se torne inelegível

O ex-governador do RS argumenta que a defesa do eventual apoio a Boulos não representa risco à estratégia segundo ele acertada de manter a candidatura de Lula, pois se trata de um nome de fora do partido

Ex-ministro da Justiça e da Educação no governo Lula e ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, 71 anos, defende que o PT apoie Guilherme Boulos, pré-candidato à Presidência pelo PSOL, caso a Justiça eleitoral impeça a candidatura de Lula. Para Tarso, Boulos é o candidato com chances de liderar uma nova frente político-eleitoral de esquerda na era pós-Lula. Quando perguntado sobre a viabilidade de uma candidatura de Fernando Haddad, Tarso mostra dúvidas sobre a passibilidade do ex-prefeito de São Paulo ser o escolhido do PT. O ex-governador do RS argumenta que a defesa do eventual apoio a Boulos não representa...

Ex-ministro da Justiça e da Educação no governo Lula e ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, 71 anos, defende que o PT apoie Guilherme Boulos, pré-candidato à Presidência pelo PSOL, caso a Justiça eleitoral impeça a candidatura de Lula.

Para Tarso, Boulos é o candidato com chances de liderar uma nova frente político-eleitoral de esquerda na era pós-Lula. Quando perguntado sobre a viabilidade de uma candidatura de Fernando Haddad, Tarso mostra dúvidas sobre a passibilidade do ex-prefeito de São Paulo ser o escolhido do PT.

O ex-governador do RS argumenta que a defesa do eventual apoio a Boulos não representa risco à estratégia segundo ele acertada de manter a candidatura de Lula, pois se trata de um nome de fora do partido. Já a defesa explícita de Haddad poderia desestabilizar a unidade partidária.

Com informações do Estadão

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum