Imprensa livre e independente
08 de abril de 2018, 13h34

Telma de Souza na porta dos Metalúrgicos: “Tivemos uma grande vitória com a resistência que demonstramos”

Telma estava internada, se recuperando de uma cirurgia, saiu do hospital e foi prestar solidariedade a Lula

Em entrevista a Renato Rovai A ex-prefeita, ex-deputada federal e atual vereadora de Santos (SP), Telma de Souza (PT), fundadora do PT, estava internada na Santa Casa de Santos, se recuperando de uma cirurgia, mas fez questão de ir até a porta do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, neste sábado, para se solidarizar com Lula. No local, Telma falou com o editor da Fórum, Renato Rovai. Para ela, “hoje nós estamos dando um outro passo na construção da história do nosso país rumo à democracia. O nosso país está sendo aviltado, com a perda de direitos, seja...

Em entrevista a Renato Rovai

A ex-prefeita, ex-deputada federal e atual vereadora de Santos (SP), Telma de Souza (PT), fundadora do PT, estava internada na Santa Casa de Santos, se recuperando de uma cirurgia, mas fez questão de ir até a porta do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, neste sábado, para se solidarizar com Lula.

No local, Telma falou com o editor da Fórum, Renato Rovai. Para ela, “hoje nós estamos dando um outro passo na construção da história do nosso país rumo à democracia. O nosso país está sendo aviltado, com a perda de direitos, seja na questão do trabalho, na venda do petróleo, na ameaça à Previdência, da nossa energia e tudo que nós todos sabemos, mas mais do que nunca nós precisamos dar uma demonstração de resistência e mostrar que a democracia é construída a cada dia. E é por isso que eu tenho a obrigação de estar aqui hoje com meus companheiros e em especial com o companheiro Lula”, disse.

Veja também:  PF prende prefeito de Florianópolis e policial que vazaria investigações

Telma fez questão de lembrar que “nós não começamos a fazer a história da resistência e da democracia hoje, e ela não termina hoje. Eu tenho certeza que nós estamos começando uma outra etapa dessa resistência, muito mais qualificada”, ressaltou.

“Eu sempre digo que o tempo da nossa vida não é o tempo da história. E a história mostra que os movimentos fascistas, como o que está ocorrendo agora no nosso país, o movimento dos direitos que os cidadãos têm que ter, esse momento é histórico. Ele passará e nós teremos revezes, mas teremos muitas vitórias, e uma delas começa no dia de hoje”, exaltou.

Sobre a situação atual do Brasil, Telma lembrou que “o país está absolutamente destruído, este país maravilhoso, com um povo maravilhoso, tem sido enganado por mídias que são golpistas, nós sabemos a que eu me refiro, mas hoje nós estamos aqui para mostrar que a esperança tem que continuar a existir, que nós somos peças fundamentais ao lado de Lula e principalmente, que construir a justiça social e uma sociedade de cidadãos plenos é nossa tarefa e principalmente o nosso intuito”, disse.

Veja também:  Senador Randolfe Rodrigues denuncia ameaças recebidas por milícias digitais

Ao final, Telma assumiu como uma grande vitória o ato em solidariedade a Lula: “Vamos à vitória e hoje já temos uma vitória pela resistência que demonstramos aqui na porta do sindicato dos Metalúrgicos.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum