Imprensa livre e independente
02 de dezembro de 2017, 15h13

Temer é vaiado em evento, depois de falar que a economia melhorou

Peemedebista foi alvo de protesto durante discurso na cerimônia de entrega de 896 unidade do programa Minha Casa, Minha Vida, em Americana, interior de São Paulo.

Peemedebista foi alvo de protesto durante discurso na cerimônia de entrega de 896 unidade do programa Minha Casa, Minha Vida, em Americana, interior de São Paulo. Da Redação* Michel Temer foi novamente alvo de protestos por parte da população. O peemedebista foi vaiado durante discurso na cerimônia de entrega de 896 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, em Americana, interior de São Paulo, neste sábado (2). Em mais de um momento, os presentes vaiaram o Temer enquanto ele discursava. Houve quem gritasse “Fora, Temer”. Quando ele disse que em “18 meses de governo, o Brasil não parou”, a plateia rompeu em vaias....

Peemedebista foi alvo de protesto durante discurso na cerimônia de entrega de 896 unidade do programa Minha Casa, Minha Vida, em Americana, interior de São Paulo.

Da Redação*

Michel Temer foi novamente alvo de protestos por parte da população. O peemedebista foi vaiado durante discurso na cerimônia de entrega de 896 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, em Americana, interior de São Paulo, neste sábado (2). Em mais de um momento, os presentes vaiaram o Temer enquanto ele discursava. Houve quem gritasse “Fora, Temer”. Quando ele disse que em “18 meses de governo, o Brasil não parou”, a plateia rompeu em vaias.

Depois de falar da melhora econômica do País, o presidente escolheu encerrar o discurso com um provérbio bíblico, que também foi acompanhado de vaias. “Está alguém entre vós triste, orai. Está alguém entre vós alegre, cantai louvores. Eu quero cantar louvores”, disse.

*Com informações de O Dia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Veja também:  Governo anuncia gastos de R$ 2,5 milhões em locação de carros para Bolsonaro e Mourão

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum