Imprensa livre e independente
21 de julho de 2017, 15h49

Temer faz pouco caso de reclamação de empresários sobre aumento de impostos

"A reação deles é natural, ninguém quer tributo. Na verdade, quando todos compreenderem o motivo, que esse imposto é fundamental para alcançar a estabilidade do país, essa matéria logo será superada”, disse Temer.

“A reação deles é natural, ninguém quer tributo. Na verdade, quando todos compreenderem o motivo, que esse imposto é fundamental para alcançar a estabilidade do país, essa matéria logo será superada”, disse Temer. Da Redação* O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (21), ao final da Cúpula do Mercosul, que não acredita que a posição dos empresários possa ter um impacto político. Ele disse também que “entende a reação da Fiesp” com relação ao aumento dos impostos cobrados sobre os combustíveis anunciado nesta quinta-feira (20). “A reação deles é natural, ninguém quer tributo. Na verdade, quando todos compreenderem o motivo, que esse...

“A reação deles é natural, ninguém quer tributo. Na verdade, quando todos compreenderem o motivo, que esse imposto é fundamental para alcançar a estabilidade do país, essa matéria logo será superada”, disse Temer.

Da Redação*

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (21), ao final da Cúpula do Mercosul, que não acredita que a posição dos empresários possa ter um impacto político. Ele disse também que “entende a reação da Fiesp” com relação ao aumento dos impostos cobrados sobre os combustíveis anunciado nesta quinta-feira (20).

“A reação deles é natural, ninguém quer tributo. Na verdade, quando todos compreenderem o motivo, que esse imposto é fundamental para incentivar o crescimento, para manter a meta fiscal, para alcançar a estabilidade do país, essa matéria logo será superada. Nós estamos dialogando, e creio que todos compreenderão.”

Acrescentou que, por enquanto, “não há previsão de aumentar outros impostos, mas haverá diálogo e observação sobre este tema.”

E voltou a lembrar, “quando chegamos ao governo estávamos com a síndrome da CPMF, todos esperavam, achavam que nós iríamos voltar com a CPMF. Nós não o fizemos, agora, meses depois, viemos com esse aumento, que é apenas dos combustíveis.”

Veja também:  Ex-heróis: Zorra Total, da Globo, faz paródia com Moro e Dallagnol, e viraliza nas redes

*Com informações da Folha

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum