Imprensa livre e independente
05 de setembro de 2018, 22h43

Temer lembra a Alckmin que seu governo é composto por apoiadores do tucano

"Toma que o filho é seu": Michel Temer gravou um vídeo para "rebater" as críticas de Alckmin na campanha lembrando as áreas que o tucano cita são comandadas por apoiadores da chapa do PSDB. "Fizemos muito por essas áreas conduzidas por aqueles que hoje apoiam sua candidatura". Assista

Fotos Públicas
O presidente Michel Temer divulgou em sua conta do Twitter, na noite desta quarta-feira (5), um vídeo direcionado ao candidato à presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin. No vídeo, o emedebista “rebate” as críticas feitas ao seu governo pelo tucano em sua campanha eleitoral. Alckmin, que tem sido colocado como o “candidato de Temer”, afirma em sua campanha que o Brasil piorou em inúmeras áreas como educação, saúde e geração de empregos. Temer, então, lembrou o tucano que todas as áreas do governo criticadas por ele foram ou são conduzidas por políticos que compõem a base de apoio do PSDB para...

O presidente Michel Temer divulgou em sua conta do Twitter, na noite desta quarta-feira (5), um vídeo direcionado ao candidato à presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin.

No vídeo, o emedebista “rebate” as críticas feitas ao seu governo pelo tucano em sua campanha eleitoral. Alckmin, que tem sido colocado como o “candidato de Temer”, afirma em sua campanha que o Brasil piorou em inúmeras áreas como educação, saúde e geração de empregos.

Temer, então, lembrou o tucano que todas as áreas do governo criticadas por ele foram ou são conduzidas por políticos que compõem a base de apoio do PSDB para a presidência.

“Não atenda ao que dizem seus marqueteiros, atenda apenas a verdade. E a verdade é que fizemos muito por essas áreas que foram conduzidas por aqueles que apoiaram sua candidatura”, afirmou.

Assista.

Veja também:  Denúncia sobre financiamento de fake news pró Bolsonaro no TSE segue intocada após oito meses

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum