COMPRE JÁ
12 de junho de 2018, 14h42

Temer quer gastar R$ 2,7 milhões para usar celular no avião

A principal exigencia do presidente é que a conexão telefônica funcione ininterruptamente em qualquer lugar do mundo.

O governo de Michel Temer prepara um edital para garantir que os passageiros dos vooos presidenciais possam usar a telefonia móvel. O preço para manter Temer e sua comitiva conectados no ar pode chegar a R$ 2,7 milhões. Este é o limite do valor que será estimado no edital. A informação foi divulgada na coluna do jornalista Lauro Jardim, nesta terça-feira, no jornal ‘O Globo’.

De acordo com o jornalista, a principal exigencia do edital é que a conexão telefônica funcione ininterruptamente em qualquer lugar do mundo.

No texto há especificações para a quantidade de minutos usadas pelos passageiros em um ano, 4,5 mil; para a franquia de internet, 120 mil megabytes; e até mesmo para transmissão de fax 420 minutos.