Imprensa livre e independente
15 de dezembro de 2017, 09h49

Temer terá de usar sonda urinária por três semanas

Após ter sua alta hospitalar adiada em um dia, Michel Temer sairá do hospital nesta sexta-feira (15), com uma sonda, que ele precisará usar pelas próximas três semanas.

Após ter sua alta hospitalar adiada em um dia, Michel Temer sairá do hospital nesta sexta-feira (15), com uma sonda, que ele precisará usar pelas próximas três semanas. Da Redação* Michel Temer está bem depois de passar por procedimento cirúrgico urológico, é uma pessoa saudável, mas precisará ter precauções nas próximas semanas que o levaram a adiar uma viagem em janeiro, afirmaram nesta quinta-feira (14) os médicos que tratam do peemedebista. As informações são de Tatiana Ramil, da Reuters. Ele recebe alta na sexta-feira (15), após ficar um dia a mais no hospital em função de medicamentos que está tomando...

Após ter sua alta hospitalar adiada em um dia, Michel Temer sairá do hospital nesta sexta-feira (15), com uma sonda, que ele precisará usar pelas próximas três semanas.

Da Redação*

Michel Temer está bem depois de passar por procedimento cirúrgico urológico, é uma pessoa saudável, mas precisará ter precauções nas próximas semanas que o levaram a adiar uma viagem em janeiro, afirmaram nesta quinta-feira (14) os médicos que tratam do peemedebista. As informações são de Tatiana Ramil, da Reuters. Ele recebe alta na sexta-feira (15), após ficar um dia a mais no hospital em função de medicamentos que está tomando para o coração em decorrência da angioplastia realizada mês passado. Mesmo assim, usará uma sonda urinária por um período de três semanas.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

“Ele ficou mais um dia por segurança, ele toma remédios para deixar o sangue mais fino, por causa da angioplastia. Esses remédios podem aumentar o risco de sangramento e não pode ficar sem essa medicação. Foi mais para observar mesmo”, disse, em entrevista coletiva, o médico Roberto Kalil Filho, um dos responsáveis pelo atendimento do peemedebista no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Veja também:  Juíza que condenou Lula no caso do sítio reconhece que copiou sentença de Moro

De acordo com o médico Miguel Srougi, foram realizadas há cerca de um mês biópsias da bexiga e da próstata, que “foram normais, então se descartou qualquer processo grave”. No final de outubro, o Temer passou em São Paulo por uma cirurgia na próstata, depois der ter sofrido uma obstrução urinária que fez com que fosse levado a um hospital de Brasília dias antes. Posteriormente, já no final de novembro, Temer foi internado no Sírio-Libanês para ser submetido a uma angioplastia e para realizar uma revisão da cirurgia na próstata.

*Com informações do Brasil 247

Foto: Lula Marques/AGPT

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum