13 de julho de 2018, 16h20

Tenista sérvio Novak Djokovic é criticado por apoiar seleção da Croácia

Político do partido do presidente da Sérvia postou: “Só os idiotas podem apoiar a Croácia. Você não está envergonhado Novak?”

Foto: Reprodução/Twitter Novak Djokovic

O tenista sérvio Novak Djokovic, que está disputando o tradicional Torneio de Wimbledon, na Inglaterra, sofreu represálias em seu país, depois que manifestou apoio público à seleção da Croácia, na final da Copa do Mundo da Rússia. Djoko postou uma foto em sua conta no Twitter, na qual aparece ao lado de jogadores croatas, entre eles, os astros Modric e Rakitic, que atuam no Real Madrid e no Barcelona, respectivamente. Junto, a mensagem: “Prazer em conhecer caras legais e grandes jogadores de futebol da seleção croata. Caras felizes”.

Em função da antiga rivalidade entre os dois países, o político sérvio Vladimir Djukanovic, do Partido Progressivo Sérvio, o mesmo do presidente Aleksandar Vucic, criticou o tenista nas redes sociais: “Só os idiotas podem apoiar a Croácia. Você não está envergonhado Novak?”.

O meia Croácia Ivan Rakitic agradeceu o apoio dado publicamente pelo tenista, durante coletiva nesta sexta-feira (13), em Moscou. “Eu torço para ele em Wimbledon. Espero que ele esteja na final e que nós dois tenhamos um domingo feliz. Somos seres humanos, temos que tentar colocar a história para trás. Nos encontramos em Miami. É um grande cara, eu desejo toda a sorte do mundo. Espero comemorar com ele no domingo”, afirmou o jogador.