Seja Sócio Fórum
01 de outubro de 2018, 22h07

Toffoli derruba decisão de Lewandowski que autorizava entrevistas de Lula

Presidente da Corte confirmou liminar do ministro Luiz Fux que suspendia a decisão de Lewandowski autorizando o ex-presidente Lula a dar entrevistas para veículos de imprensa

Foto: Nelson Jr./SCO/STF
A guerra de liminares no Supremo Tribunal Federal (STF) segue a todo o vapor. O presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, suspendeu na noite desta segunda-feira (1) a decisão do ministro Ricardo Lewandowski que autorizava o ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde abril, a conceder entrevistas a veículos de imprensa. Lewandowski havia concedido uma liminar liberando as entrevistas na última sexta-feira (28), mas sua decisão foi derrubada pelo seu colega, ministro Luiz Fux, no mesmo dia. Na manhã de hoje, Lewandoswki fez duras críticas à Fux e voltou a autorizar as entrevistas, mas Toffoli suspendeu os efeitos de sua decisão....

A guerra de liminares no Supremo Tribunal Federal (STF) segue a todo o vapor. O presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, suspendeu na noite desta segunda-feira (1) a decisão do ministro Ricardo Lewandowski que autorizava o ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde abril, a conceder entrevistas a veículos de imprensa.

Lewandowski havia concedido uma liminar liberando as entrevistas na última sexta-feira (28), mas sua decisão foi derrubada pelo seu colega, ministro Luiz Fux, no mesmo dia.

Na manhã de hoje, Lewandoswki fez duras críticas à Fux e voltou a autorizar as entrevistas, mas Toffoli suspendeu os efeitos de sua decisão.

Leia também
Lewandowski: STF “censurou” ao impedir entrevista de Lula à Folha

“Diante da solicitação, a fim de dirimir a dúvida no cumprimento de determinação desta Corte, cumpra-se, em toda a sua extensão, a decisão liminar proferida, em 28/9/18, pelo Vice-Presidente da Corte, Ministro Luiz Fux, no exercício da Presidência, nos termos regimentais, até posterior deliberação do Plenário”, escreveu o presidente da Corte. A nova decisão, portanto, só terá validade quando for lida em plenário, o que não há data ainda prevista para acontecer.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum