Imprensa livre e independente
13 de setembro de 2018, 08h30

Toffoli toma posse nesta quinta-feira como o presidente mais novo da história do STF

O juiz deverá citar Cazuza e Renato Russo em seu discurso de posse

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF
O ministro José Antonio Dias Toffoli toma posse como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (13). Aos 50 anos, será o mais jovem presidente do STF. A solenidade, marcada para as 17h, na sede do STF, deverá contar com mais de 3 mil convidados, entre eles Michel Temer; os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE); a procuradora-geral da República, Raquel Dodge; ministros de tribunais superiores, estaduais e de contas; e governadores. Em nome do STF, discursará na cerimônia Luís Roberto Barroso. Após a posse, Dias Toffoli receberá cumprimentos no Salão Branco do STF, espaço mais nobre da Casa. Depois, será homenageado...

O ministro José Antonio Dias Toffoli toma posse como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (13). Aos 50 anos, será o mais jovem presidente do STF.

A solenidade, marcada para as 17h, na sede do STF, deverá contar com mais de 3 mil convidados, entre eles Michel Temer; os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE); a procuradora-geral da República, Raquel Dodge; ministros de tribunais superiores, estaduais e de contas; e governadores.

Em nome do STF, discursará na cerimônia Luís Roberto Barroso. Após a posse, Dias Toffoli receberá cumprimentos no Salão Branco do STF, espaço mais nobre da Casa.

Depois, será homenageado em coquetel promovido por associações de juízes num salão de festas em Brasília.

Toffoli sucederá Cármen Lúcia e também acumulará o comando do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pelos próximos dois anos.

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, Toffoli citará em seu discurso, entre outros, Cazuza e Renato Russo. Ele dirá que “o tempo não para [Cazuza]” e que o Brasil não está em crise, mas em transformação. E dirá, citando Renato Russo, que “o futuro já não é mais como era antigamente”.

Veja também:  Toffoli vai recolocar julgamento sobre segunda instância na pauta do STF

Com informações do G1

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum