Imprensa livre e independente
02 de dezembro de 2017, 17h15

Trajano detona novas demissões na ESPN: “Tapa na cara do jornalismo esportivo”

Jornalista, que foi diretor da emissora, é conhecido por ser contundente em seus posicionamentos e em suas críticas.

Jornalista, que foi diretor da emissora, é conhecido por ser contundente em seus posicionamentos e em suas críticas. Da Redação* Depois que deixou a ESPN, o jornalista José Trajano se transformou em um dos principais críticos da emissora. Agora, ele voltou suas atenções para uma série de demissões que foram anunciadas no canal esportivo a cabo e usou sua página no Facebook para tecer novos comentários contundentes. Ex-diretor do canal, Trajano apontou erros, principalmente na demissão de Helvídio Mattos, a quem classificou como um “exemplo de repórter”, comparando-o a Roberto Salim e Lucio de Castro, também cortados recentemente. O jornalista...

Jornalista, que foi diretor da emissora, é conhecido por ser contundente em seus posicionamentos e em suas críticas.

Da Redação*

Depois que deixou a ESPN, o jornalista José Trajano se transformou em um dos principais críticos da emissora. Agora, ele voltou suas atenções para uma série de demissões que foram anunciadas no canal esportivo a cabo e usou sua página no Facebook para tecer novos comentários contundentes.

Ex-diretor do canal, Trajano apontou erros, principalmente na demissão de Helvídio Mattos, a quem classificou como um “exemplo de repórter”, comparando-o a Roberto Salim e Lucio de Castro, também cortados recentemente. O jornalista ainda mostrou certa tristeza com os rumos que a ESPN vem tomando, citando que participou da fundação do canal, mas vê tudo que ajudou a construir sendo destruído.

“Fundei o canal e vejo que o que plantamos está sendo destruído. A saída de Helvídio Mattos é um tapa na cara do verdadeiro jornalismo esportivo. As demissões não levam em conta o talento, o caráter, o comprometimento. Aos poucos, com frieza absurda, os manda-chuvas atuais – colocados lá por nós – vão cumprindo ordens. Não enfrentam, não colocam suas cabeças em troca, como era comum nas redações de antigamente”, afirma.

Veja também:  Bolsonaro prepara o autogolpe, por Daniel Samam

Nos comentários do desabafo do jornalista, alguns internautas apoiaram Trajano e disseram sentir saudades dos momentos em que a ESPN ainda era comandada pelo próprio.

*Com informações do O Dia

Foto: ESPN/Divulgação

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum