16 de janeiro de 2019, 12h16

Transição para governo Bolsonaro custou R$ 2,9 milhões; valor é superior ao declarado de campanha

O valor supera em R$ 500 mil as despesas declaradas de campanha por Bolsonaro ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Cerca de 70% foram gastos em salários.

Rafael Carvalho/Governo de transição
A transição do governo de Michel Temer (MDB) para Jair Bolsonaro (PSL) custou aos cofres públicos R$ 2.934.421 – que foram empenhados -, segundo informações do site Poder 360, que conseguiu a cifra via lei de acesso à informação. O valor supera em R$ 500 mil as despesas declaradas de campanha por Bolsonaro ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Cerca de 70% (R$ 2.034.077) do valor total foi usado para pagamento de salários da equipe de transição. O 2º maior gasto foi com locação de imóveis: R$ 692.000. Na sequência, aparecem passagens (R$ 113.041) e serviços de vigilância (R$ 62.359). Pelo...

A transição do governo de Michel Temer (MDB) para Jair Bolsonaro (PSL) custou aos cofres públicos R$ 2.934.421 – que foram empenhados -, segundo informações do site Poder 360, que conseguiu a cifra via lei de acesso à informação. O valor supera em R$ 500 mil as despesas declaradas de campanha por Bolsonaro ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Cerca de 70% (R$ 2.034.077) do valor total foi usado para pagamento de salários da equipe de transição. O 2º maior gasto foi com locação de imóveis: R$ 692.000. Na sequência, aparecem passagens (R$ 113.041) e serviços de vigilância (R$ 62.359).

Pelo menos 217 pessoas participaram da equipe de transição de Bolsonaro, que foi dividida em 18 seções. Os salários variaram de R$ 2.585 até R$ 16.581, em 7 patamares distintos.

Leia a reportagem completa no Poder 360.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais