Imprensa livre e independente
10 de janeiro de 2017, 09h24

Travesti é roubada por cliente e posta fotos do suspeito para se vingar

A travesti Dayanne Larraya Rios foi roubada por cliente em motel e, para se vingar, publicou dezenas de fotos do suspeito nas redes sociais. O caso teve tanta repercussão que a família do suspeito a procurou e devolveu todos os seus bens.

A travesti Dayanne Larraya Rios foi roubada por cliente em motel e, para se vingar, publicou dezenas de fotos do suspeito nas redes sociais. O caso teve tanta repercussão que a família do suspeito a procurou e devolveu todos os seus bens. Da Redação com informações do G1 A travesti Dayanne Larraya Rios foi roubada por cliente em motel e, para se vingar, publicou dezenas de fotos do suspeito nas redes sociais. O caso aconteceu na manhã do último domingo (08) na Praia Grande, cidade onde Dayane reside. Ela conta que marcou o programa pela internet. Tudo correu normalmente, inclusive...

A travesti Dayanne Larraya Rios foi roubada por cliente em motel e, para se vingar, publicou dezenas de fotos do suspeito nas redes sociais. O caso teve tanta repercussão que a família do suspeito a procurou e devolveu todos os seus bens.

Da Redação com informações do G1

A travesti Dayanne Larraya Rios foi roubada por cliente em motel e, para se vingar, publicou dezenas de fotos do suspeito nas redes sociais. O caso aconteceu na manhã do último domingo (08) na Praia Grande, cidade onde Dayane reside.

Ela conta que marcou o programa pela internet. Tudo correu normalmente, inclusive com o cliente realizando o pagamento. Em seguida, ela foi até o banheiro e, quando voltou, viu que havia sido roubada.

“Ele me pagou mas, quando eu fui ao banheiro, ele levou a minha bolsa com todos os meus pertences e me trancou no motel”, disse Dayane, que na segunda-feira (9) pediu na internet que as pessoas compartilhassem o perfil do rapaz até que o problema fosse resolvido. “Quem puder compartilhar o perfil dele eu agradeço, porque o infeliz pediu para adicioná-lo no Facebook e ainda me roubou. Que bonito”, ironizou.

Veja também:  A Justiça do Trabalho e a OIT: há tantas léguas a nos separar, tanto mar, tanto mar, por Ericson Crivelli

Após as publicações na rede social, Dayane conta que a família do rapaz entrou em contato com ela e resolveu ressarci-la. Por causa desse contato ela decidiu não registar a ocorrência. “O problema foi solucionado de tarde. A família dele entrou em contato comigo e me ressarciu, então eu fiquei de retirar as postagens. O importante é que eu vou poder comprar um celular novo”, comenta.

Mesmo feliz com a possibilidade de ter um novo aparelho, a travesti lamentou o ocorrido e deixa uma mensagem de alerta para que outras pessoas não sejam vítimas da mesma situação. “Que meu caso sirva de exemplo. Isso serve para que qualquer pessoa não deixe os pertences no quarto enquanto não estiver, porque fui usar o banheiro e fui roubada e trancada. Ainda por cima interfonei no hotel e demoraram 20 minutos. Ele saiu sozinho e ninguém falou nada. E se ele tivesse me matado?”, questiona.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum