Imprensa livre e independente
13 de setembro de 2018, 16h01

TRE-RJ nega registro da candidatura de Washington Quaquá e PT protesta

“A violência é ainda mais grave, porque o tribunal proibiu Washington Quaquá de fazer campanha eleitoral, enquanto os recursos contra a decisão são examinados nas instâncias superiores”, diz a nota do partido

Foto: Reprodução/YouTube O PT, por meio de sua presidenta, a senadora Gleisi Hoffmann, divulgou uma nota, nesta quinta-feira (13), em protesto contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE), que negou, por cinco votos a um, o registro da candidatura a deputado federal de Washington Quaquá, presidente estadual do partido Quaquá, ex-prefeito de Maricá, no Rio, foi condenado em ações de improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça do Rio, foi proibido de fazer campanha e de receber recursos do Fundo Partidário. Acompanhe a íntegra da nota: O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro comete uma violência contra...

Foto: Reprodução/YouTube

O PT, por meio de sua presidenta, a senadora Gleisi Hoffmann, divulgou uma nota, nesta quinta-feira (13), em protesto contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE), que negou, por cinco votos a um, o registro da candidatura a deputado federal de Washington Quaquá, presidente estadual do partido

Quaquá, ex-prefeito de Maricá, no Rio, foi condenado em ações de improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça do Rio, foi proibido de fazer campanha e de receber recursos do Fundo Partidário.

Acompanhe a íntegra da nota:

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro comete uma violência contra a democracia ao negar, de forma arbitrária, o registro da candidatura a deputado federal do presidente do PT-RJ, Washington Quaquá.

A violência é ainda mais grave, porque o tribunal proibiu Washington Quaquá de fazer campanha eleitoral, enquanto os recursos contra a decisão são examinados nas instâncias superiores.

Este episódio confirma que setores do judiciário brasileiro têm atuado fora da lei e contra as garantias constitucionais, tomando decisões políticas para prejudicar candidatos do povo e cassar do direito dos eleitores de votar livremente.

Veja também:  No Pará, polícia prende fazendeiros que mataram sindicalista que deixou o PT para apoiar Bolsonaro

O PT conclama as forças democráticas a denunciar e repudiar mais essa arbitrariedade, que nos remete aos tempos da ditadura.

Gleisi Hoffmann

Senadora e Presidenta Nacional do Partido dos Trabalhadores

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum