12 de fevereiro de 2019, 08h34

Três anos depois, Lava Jato devolve celulares e computadores ao Instituto Lula

Os iPads dos netos e os discursos já tinham sido devolvidos quando Lula reclamou da demora numa audiência com o então juiz Sergio Moro

Coluna da jornalista Mônica Bergamo, na edição desta terça-feira (12) da Folha de S.Paulo, informa que os investigadores da Operação Lava Jato devolveram ao Instituto Lula computadores e celulares apreendidos durante operação na casa do ex-presidente e de seus filhos, em 2016. Os iPads dos netos e discursos de Lula já tinham sido devolvidos há mais tempo, quando Lula reclamou da demora numa audiência com o então juiz Sergio Moro. Dois anos e três meses depois da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, determinada pelo juiz Sérgio Moro em 4 de março de 2016, o Supremo Tribunal...

Coluna da jornalista Mônica Bergamo, na edição desta terça-feira (12) da Folha de S.Paulo, informa que os investigadores da Operação Lava Jato devolveram ao Instituto Lula computadores e celulares apreendidos durante operação na casa do ex-presidente e de seus filhos, em 2016.

Os iPads dos netos e discursos de Lula já tinham sido devolvidos há mais tempo, quando Lula reclamou da demora numa audiência com o então juiz Sergio Moro.

Dois anos e três meses depois da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, determinada pelo juiz Sérgio Moro em 4 de março de 2016, o Supremo Tribunal Federal, por 6 votos a 5, considerou essa medida inconstitucional e incompatível com o Estado democrático de direito.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.