08 de outubro de 2018, 20h10

TSE derruba 33 links de fake news que difamavam Manuela D’Ávila

No total de alcance desses posts, havia nada menos do que 146.480 compartilhamentos e 5.190.942 visualizações

Foto: Ricardo Stuckert

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou, nesta segunda-feira (8), a retirada imediata de 33 links do Facebook, que traziam fake news contra Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata à vice na chapa de Fernando Haddad (PT).  Somando o alcance desses posts, havia 146.480 compartilhamentos e 5.190.942 visualizações.

A notícia falsa vinculava à imagem de Manuela a condutas que ofendiam o público cristão. Atribuía, também, à candidata a entrega de materiais pornográficos a crianças.

A ação foi promovida pelo escritório Aragão e Ferraro Advogados, representando a Coligação “O Povo Feliz de Novo”. O Tribunal reconheceu que a publicação mancha a imagem de Manuela com a disseminação de informações inverídicas.

As pessoas autoras das publicações serão identificadas pelo Facebook por meio do número de IP e dos seus dados pessoais para cadastro.

Confira aqui a Representação e a Decisão