08 de fevereiro de 2018, 10h45

TV Cultura estuda demitir Augusto Nunes do Roda Viva por parcialidade

Apresentador cortou relações com o diretor de jornalismo da emissora; presidente da Fundação Padre Anchieta serve de intermediário entre os dois.

Apresentador cortou relações com o diretor de jornalismo da emissora; presidente da Fundação Padre Anchieta serve de intermediário entre os dois. Da Redação* A situação do apresentador Augusto Nunes não está nada favorável a ele na TV Cultura. A emissora, inclusive, estuda sua demissão do programa Roda Viva. O Comitê Estratégico da Cultura, que discute assuntos ligados à produção e programação, em reunião na última terça-feira (6), teve como tema principal a saída do jornalista, a partir do término do seu contrato, em março. A principal razão para isso seria sua parcialidade gritante na condução dos trabalhos, como informa Flávio Ricco,...

Apresentador cortou relações com o diretor de jornalismo da emissora; presidente da Fundação Padre Anchieta serve de intermediário entre os dois.

Da Redação*

A situação do apresentador Augusto Nunes não está nada favorável a ele na TV Cultura. A emissora, inclusive, estuda sua demissão do programa Roda Viva. O Comitê Estratégico da Cultura, que discute assuntos ligados à produção e programação, em reunião na última terça-feira (6), teve como tema principal a saída do jornalista, a partir do término do seu contrato, em março.

A principal razão para isso seria sua parcialidade gritante na condução dos trabalhos, como informa Flávio Ricco, colunista do UOL. O assunto, antes limitado às reuniões do conselho da Fundação Padre Anchieta, agora chegou de forma mais intensa dentro da Cultura. O desfecho parece inevitável.

A decisão ficará a cargo do presidente da casa, Marcos Mendonça. Nos bastidores, é de conhecimento de todos que não existe conversa entre Augusto Nunes e o diretor de jornalismo Willian Corrêa, pois os dois cortaram relações há muito tempo. Na última tentativa de conversa entre ambos, o próprio presidente passou a se prestar ao papel de intermediário. A solução deverá vir logo após o Carnaval.

*Com informações do UOL

Foto: Reprodução