Seja Sócio Fórum
23 de abril de 2016, 14h53

‘Uma assembleia geral de bandidos comandada por um bandido’

Jornalista português Miguel Souza Tavares disse em comentário na TV que está espantado com o nível da política brasileira, após ver o show de horrores transmitido ao vivo na votação do impeachment na Câmara, sob comando de Eduardo Cunha; assista.

Jornalista português Miguel Souza Tavares disse em comentário na TV que está espantado com o nível da política brasileira, após ver o show de horrores transmitido ao vivo na votação do impeachment na Câmara, sob comando de Eduardo Cunha; assista Por Brasil 247 A imprensa internacional continua alarmada com o golpe que a presidente Dilma Rousseff pode sofrer se o pedido de impeachment que tramita no Congresso Nacional for aprovado no Senado. Jornalista português Miguel Souza Tavares disse em comentário na TV que está espantado com o nível da política brasileira, após ver o show de horrores transmitido ao vivo no...

Jornalista português Miguel Souza Tavares disse em comentário na TV que está espantado com o nível da política brasileira, após ver o show de horrores transmitido ao vivo na votação do impeachment na Câmara, sob comando de Eduardo Cunha; assista

Por Brasil 247

A imprensa internacional continua alarmada com o golpe que a presidente Dilma Rousseff pode sofrer se o pedido de impeachment que tramita no Congresso Nacional for aprovado no Senado.

Jornalista português Miguel Souza Tavares disse em comentário na TV que está espantado com o nível da política brasileira, após ver o show de horrores transmitido ao vivo no domingo (17) na votação do impeachment na Câmara, sob comando do presidente da Casa, o deputado Eduardo Cunha.

Além de dizer que não há base jurídica nem constitucional para o impedimento de Dilma, o jornalista português é mais um a contestar as condições éticas e morais de Cunha como condutor do processo.

“Nunca vi o Brasil ser tão baixo. O que se passou no Congresso brasileiro ultrapassou tudo o que existe. Não é discutível. Foi uma assembleia geral de bandidos comandada por um bandido chamado Eduardo Cunha, fazendo a destituição de uma presidente sem qualquer base jurídica nem constitucional. Parece uma falta de dignidade, que o é”, diz Miguel Souza Tavares.

Assista aqui.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum