Imprensa livre e independente
09 de outubro de 2017, 15h35

UNE processa Lollapalooza por suspeita de burlar lei da meia entrada

Organizadores do festival teriam aumentado o preço de todos os ingressos em cerca de 63% em relação ao ano passado. Assim, a metade do valor se aproximaria do custo cheio da entrada de 2017.

Organizadores do festival teriam aumentado o preço de todos os ingressos em cerca de 63% em relação ao ano passado. Assim, a metade do valor se aproximaria do custo cheio da entrada de 2017. Da Redação* A União Nacional dos Estudantes (UNE) e outras entidades estudantis ingressaram com uma ação contra o festival Lollapalooza, alegando que os organizadores do evento estão burlando a lei da meia entrada. Eles teriam aumentado o preço de todos os ingressos em cerca de 63% em relação ao ano passado. Assim, a metade do valor se aproximaria, de fato, do custo cheio da entrada de...

Organizadores do festival teriam aumentado o preço de todos os ingressos em cerca de 63% em relação ao ano passado. Assim, a metade do valor se aproximaria do custo cheio da entrada de 2017.

Da Redação*

A União Nacional dos Estudantes (UNE) e outras entidades estudantis ingressaram com uma ação contra o festival Lollapalooza, alegando que os organizadores do evento estão burlando a lei da meia entrada. Eles teriam aumentado o preço de todos os ingressos em cerca de 63% em relação ao ano passado. Assim, a metade do valor se aproximaria, de fato, do custo cheio da entrada de 2017. As informações foram divulgadas na coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

Ao mesmo tempo, criaram uma opção para que o preço da inteira não ficasse tão salgado: a “entrada social”, que sai exatamente pela metade do valor para quem doar R$ 30,00 ao Criança Esperança, da TV Globo.

Dessa forma, os preços da inteira, substituída pela “entrada social”, e da meia ficaram praticamente iguais. “O valor da meia entrada virou uma ficção”, diz o advogado Fábio Cesnik, que representa as entidades. No terceiro lote, a inteira sai por R$ 1.750,00, a “entrada social”, por R$ 880,00, e a meia, por R$ 850,00.

Veja também:  Jornalista denuncia ação de robôs comandada por Carlos Bolsonaro contra Greenwald

A T4F Entretenimento, responsável pelo festival, afirma que a última edição do Lollapalooza Brasil teve dois dias e a próxima, em 2018, terá três. “Sendo assim, a meia-entrada para o Lolla Pass, válido para três dias de festival em 2018, não é o dobro do valor de 2017”.

*Com informações da Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo

Foto: Commons/Wikipedia

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum