15 de janeiro de 2018, 22h20

Vaza áudio com denúncia de assédio sexual de assessora de André Sturm, secretário de Cultura de Doria

O áudio está circulando em grupos de Whatsapp e foi enviado para a redação da Fóurm; procurada, a assessora passou o contato do advogado Por Redação Há pouco, começou a circular em grupos de dança de São Paulo um áudio gravado por Lara Pinheiro, assessora de dança da Secretaria Municipal de Cultura da gestão Doria, no qual ela acusa o secretário de Cultura da cidade, André Sturm, de assédio. Ela diz textualmente que ele a estaria demitindo porque não aceitou ter relação sexual com ele no Canadá, para onde foram juntos a trabalho e onde ele teria reservado apenas um...

O áudio está circulando em grupos de Whatsapp e foi enviado para a redação da Fóurm; procurada, a assessora passou o contato do advogado

Por Redação

Há pouco, começou a circular em grupos de dança de São Paulo um áudio gravado por Lara Pinheiro, assessora de dança da Secretaria Municipal de Cultura da gestão Doria, no qual ela acusa o secretário de Cultura da cidade, André Sturm, de assédio. Ela diz textualmente que ele a estaria demitindo porque não aceitou ter relação sexual com ele no Canadá, para onde foram juntos a trabalho e onde ele teria reservado apenas um quarto de hotel.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

Na conversa Lara diz ter como provar o que diz em mensagens trocadas entre ambos. Sturm retruca dizendo que então iria mostrar as mensagens para o namorado dela, ao que ela responde que já o fez.

Ao final da gravação, Sturm diz que ela ainda não estava sendo demitida. Lara afirma que outras funcionárias já teriam vivido situações semelhantes e que também teriam gravado as conversas.

A redação da Fórum entrou em contato com com Lara Pinheiro pelo seu Facebook e ela passou o contato do seu advogado, Augusto Arruda Botelho. Ele afirmou até o momento não fez nenhuma denuncia e nem acusação formal contra André Sturm e que sua cliente não entende como esse áudio se tornou público. Ele ainda acrescentou que “por enquanto ela não iria se manifestar sobre o áudio, ao menos por enquanto e não sei até quando”.

Ouça o áudio abaixo.