Imprensa livre e independente
22 de janeiro de 2019, 15h28

Veja fez matéria semelhante à da Fórum um dia depois e não sofre processo do clã Bolsonaro

Renato Rovai, editor da Fórum, disse que já conversou com os advogados da revista e com o fotógrafo Lula Marques. E que todos estão dispostos a enfrentar o processo denunciando a intimidação e o seu viés de censura inclusive internacionalmente.

Reprodução
Apesar de fazer uma reportagem com as mesmas fotos do fotógrafo Luiz Araújo Marques, o Lula Marques, em seu site, a revista Veja não está sofrendo nenhum processo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), que protagonizaram o bate-boca virtual visto nas imagens. Leia também: Jair e Eduardo Bolsonaro processam a Fórum A reportagem da Fórum, com o título “Jair Bolsonaro não teria recebido nem o voto do filho para presidente da Câmara“, foi publicada às 16h13 do da 8 de fevereiro de 2017. A da Veja, com a chamada “No WhatsApp, Bolsonaro...

Apesar de fazer uma reportagem com as mesmas fotos do fotógrafo Luiz Araújo Marques, o Lula Marques, em seu site, a revista Veja não está sofrendo nenhum processo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), que protagonizaram o bate-boca virtual visto nas imagens.

Leia também: Jair e Eduardo Bolsonaro processam a Fórum

A reportagem da Fórum, com o título “Jair Bolsonaro não teria recebido nem o voto do filho para presidente da Câmara“, foi publicada às 16h13 do da 8 de fevereiro de 2017. A da Veja, com a chamada “No WhatsApp, Bolsonaro diz que não irá visitar filho na Papuda“, foi publicada às 10h33 do dia seguinte. O teor e as fotos são praticamente os mesmos.

“Na verdade essa é a forma que a família Bolsonaro encontrou para nos ameaçar e tentar nos intimidar, mas já aviso que isso não nos fará mudar em nada nossa linha editorial. Bolsonaro e seus filhos têm que explicar o esquema Queiroz e o enriquecimento com compra e venda de imóveis. A Fórum não tem nada que explicar. Temos é que continuar fazendo jornalismo. E é o que faremos”, afirma Renato Rovai, editor da Fórum.

Veja também:  Mercado reduz projeção do PIB pela 12ª vez este ano

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Veja
O flagrante das imagens ocorreu no dia 2 de fevereiro de 2017, durante a eleição para a presidência da Câmara, em que Bolsonaro, então no PSC, teve apenas 4 fotos. O filho, Eduardo, não compareceu à sessão e foi repreendido pelo pai.

“Papel de filho da puta que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan? Irresponsável (Jair tem um filho chamado Renan). Mais ainda, compre merdas por aí. Não vou te visitar na Papuda”, descreve a reportagem da Veja, sobre as imagens da mensagem de Lula Marques.

“Se a imprensa te descobrir aí, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”, diz o texto, que foi publicado tanto pela Fórum, quanto pela Veja.

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Renato Rovai disse que já conversou com os advogados da revista e com o fotógrafo Lula Marques. E que todos estão dispostos a enfrentar o processo denunciando a intimidação e o seu viés de censura inclusive internacionalmente.

Veja também:  “É algo inútil e inadequado”, diz Doria sobre manifestações pró-Bolsonaro

“São dezenas de reportagens que já foram feitas e premiadas com fotos reportando conversas entre personagens políticos. Desde bilhetes a mensagens de celulares. O fato de eles estarem usando isso para nos processar mostra o quanto eles desprezam a liberdade de imprensa”.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum