25 de janeiro de 2019, 21h02

Venezuela: Vídeo comprova reunião entre Juan Guaidó e governo Maduro

O líder oposicionista nega que tenha feito uma reunião com membros do governo Maduro um dia antes de se autoproclamar presidente da Venezuela; Ministro da Comunicação do governo eleito, no entanto, apresentou vídeo que comprova reunião, onde Guaidó teria reconhecido a legitimidade de Maduro e afirmado que sofre "pressão internacional"

Reprodução
O ministro da Comunicação, Cultura e Turismo da Venezuela, Jorge Rodríguez, apresentou em rede nacional nesta sexta-feira (25) imagens que comprovariam uma reunião entre o líder oposicionista, Juan Guaidó, e membros do governo de Nicolás Maduro no último dia 22 de janeiro, um dia antes do deputado se autoproclamar presidente da Venezuela. Reconhecido pelos Estados Unidos e outros países aliados como presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó negou em entrevista a uma jornalista norte-americana na quinta-feira (24) que tenha se reunido com membros do governo Maduro e chamou o vice-presidente do PSUV e homem forte do governo Maduro, Diosdado Cabello,...

O ministro da Comunicação, Cultura e Turismo da Venezuela, Jorge Rodríguez, apresentou em rede nacional nesta sexta-feira (25) imagens que comprovariam uma reunião entre o líder oposicionista, Juan Guaidó, e membros do governo de Nicolás Maduro no último dia 22 de janeiro, um dia antes do deputado se autoproclamar presidente da Venezuela.

Reconhecido pelos Estados Unidos e outros países aliados como presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó negou em entrevista a uma jornalista norte-americana na quinta-feira (24) que tenha se reunido com membros do governo Maduro e chamou o vice-presidente do PSUV e homem forte do governo Maduro, Diosdado Cabello, de mentiroso.

Isso porque Diosdado revelou, antes, que Guaidó, em reunião com ele e outro membro do governo, teria afirmado que sabe que o presidente é Maduro, que queria um diálogo com o governo eleito e que as pressões internacionais estavam o transformando em uma “pantomima”. De acordo com Cabello, na reunião, Guaidó teria ainda prometido que não se autoproclamaria presidente, como o fez no dia seguinte.

Diante da negativa de Guaidó em assumir que se reuniu com os chavistas, o ministro Jorge Rodríguez resolveu divulgar as imagens de uma câmera de segurança que mostram Cabello, um outro membro do governo chavista e um homem encapuzado que seria Guaidó entrando no hotel Lido, em Caracas. O homem identificado como o líder oposicionista no vídeo, inclusive, entra no hotel acompanhado de Roberto Marrero, secretário da Assembleia Nacional que Gauidó preside.

“A mentira tem perna curta. Você disse ou não que sabia que Nicolás Maduro é o presidente da Venezuela, mas que as pressões dos gringos eram imensas e que você seria uma espécie de pantomima? (…) Você disse ou não que o que você queria era um diálogo franco com o governo (…) que não era presidente de nada?”, questionou Rodríguez ao divulgar as imagens.

O ministro informou, ainda, que caso Guaidó negue que é ele que aparece no vídeo e siga negando um encontro, vai divulgar provas em áudio do conteúdo da reunião.

Confira, abaixo, o vídeo que o governo Maduro apresenta como prova da reunião que o líder oposicionista nega.