Imprensa livre e independente
21 de novembro de 2018, 19h04

Via Twitter, assessor de Segurança Nacional de Trump anuncia reunião com Bolsonaro

“Verei o próximo presidente do Brasil, @JairBolsonaro, no Rio, em 29 de novembro. Compartilhamos muitos interesses bilaterais e trabalharemos de forma próxima”, publicou John Bolton

Foto: Reprodução/YouTube O assessor de Segurança Nacional do presidente norte-americano Donald Trum, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (21) que manterá reunião com Jair Bolsonaro. O encontro está marcado para o dia 29, no Rio de Janeiro. As informações são da Agência EFE e da Agência Brasil. “Verei o próximo presidente do Brasil, @JairBolsonaro, no Rio, em 29 de novembro. Compartilhamos muitos interesses bilaterais e trabalharemos de forma próxima para expandir a liberdade e a prosperidade por todo o continente americano”, publicou Bolton em sua conta no Twitter. Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode...

Foto: Reprodução/YouTube

O assessor de Segurança Nacional do presidente norte-americano Donald Trum, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (21) que manterá reunião com Jair Bolsonaro. O encontro está marcado para o dia 29, no Rio de Janeiro. As informações são da Agência EFE e da Agência Brasil.

“Verei o próximo presidente do Brasil, @JairBolsonaro, no Rio, em 29 de novembro. Compartilhamos muitos interesses bilaterais e trabalharemos de forma próxima para expandir a liberdade e a prosperidade por todo o continente americano”, publicou Bolton em sua conta no Twitter.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Este será o primeiro encontro considerado oficial entre o governo norte-americano e Bolsonaro. Será realizado na véspera da cúpula de líderes do G20, que ocorrerá em Buenos Aires, capital argentina, que contará com a presença de Trump.

Bolton aproveitará a viagem a Buenos Aires para dar uma passada no Brasil, em uma clara demonstração de que o governo Trump tem interesse em estabelecer uma relação direta com o militar eleito no Brasil.

Veja também:  Número de presos em São Paulo quadruplica em 25 anos de governos do PSDB

Após a vitória de Bolsonaro, Trump chegou a telefonar para ele. Na oportunidade, ambos acertaram trabalhar em conjunto em pautas comercial, militar e “tudo mais”, de acordo com o mandatário norte-americano.

O secretário dos EUA descreveu Bolsonaro como “aliado”, em discurso sobre a América Latina, realizado em Miami, recentemente.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum