Imprensa livre e independente
01 de março de 2016, 12h09

Vice-presidente do Facebook é preso em São Paulo

A medida foi tomada após a rede social descumprir decisão da Justiça de compartilhar informações trocadas no WhatsApp por suspeitos de tráfico de drogas.

A medida foi tomada após a rede social descumprir decisão da Justiça de compartilhar informações trocadas no WhatsApp por suspeitos de tráfico de drogas Por Redação O vice-presidente do Facebook na América Latina, Diego Jorge Dzodan, foi preso na manhã desta terça-feira (1), em São Paulo, após a rede social descumprir decisão da Justiça de compartilhar informações trocadas no WhatsApp por suspeitos de tráfico de drogas. Ele estava a caminho do trabalho, na Zona Sul da capital paulista, quando foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e para prestar depoimento na Polícia Federal. O Facebook informou que não comentaria o...

A medida foi tomada após a rede social descumprir decisão da Justiça de compartilhar informações trocadas no WhatsApp por suspeitos de tráfico de drogas

Por Redação

O vice-presidente do Facebook na América Latina, Diego Jorge Dzodan, foi preso na manhã desta terça-feira (1), em São Paulo, após a rede social descumprir decisão da Justiça de compartilhar informações trocadas no WhatsApp por suspeitos de tráfico de drogas. Ele estava a caminho do trabalho, na Zona Sul da capital paulista, quando foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e para prestar depoimento na Polícia Federal.

O Facebook informou que não comentaria o fato. O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz criminal da comarca de Lagarto, em Sergipe, Marcel Montalvão. Esse não é o primeiro caso de problemas entre a Justiça brasileira e o Facebook. Em dezembro do ano passado, o WhatsApp foi bloqueado por não ter liberado informações a autoridades que comandavam uma investigação criminal.

Foto de capa: Arquivo pessoal

Veja também:  Coletivo de juristas pela democracia protocola no STJ pedido de prisão de Moro, Dallagnol e Santos Lima

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum