Imprensa livre e independente
23 de fevereiro de 2017, 14h28

VÍDEO: Ciclista arranca retrovisor de van após ser assediada no trânsito

Ao ver que a jovem se mostrou irritada com as “cantadas”, o assediador ainda pergunta se ela está menstruada; assista.

Ao ver que a jovem se mostrou irritada com as “cantadas”, o assediador ainda pergunta se ela está menstruada; assista Por Redação Assediada de forma insistente pelo motorista de uma van, uma ciclista de Londres se vingou arrancando o retrovisor do veículo. A cena foi registrada por um motociclista que vinha logo atrás e tinha uma câmera acoplada no capacete. Ao ver que a jovem se mostrou irritada com as “cantadas”, o assediador ainda pergunta se ela está menstruada. O passageiro da van também tenta passar a mão nela. Além do jornal inglês The Sun, outros sites de notícias da...

Ao ver que a jovem se mostrou irritada com as “cantadas”, o assediador ainda pergunta se ela está menstruada; assista

Por Redação

Assediada de forma insistente pelo motorista de uma van, uma ciclista de Londres se vingou arrancando o retrovisor do veículo. A cena foi registrada por um motociclista que vinha logo atrás e tinha uma câmera acoplada no capacete. Ao ver que a jovem se mostrou irritada com as “cantadas”, o assediador ainda pergunta se ela está menstruada. O passageiro da van também tenta passar a mão nela.

Além do jornal inglês The Sun, outros sites de notícias da Inglaterra, como o Daily Mail, Daily Mirror e The Guardian levantaram a hipótese de o vídeo ser, na verdade, parte de uma campanha contra cantadas nas ruas. Mesmo que isso não tenha sido confirmado, a gravação viralizou no Facebook e já foi vista mais de 10 milhões de vezes.

Veja também:  Black blocs, Chomsky e o não acontecimento do “manifesto do apocalipse” de Bolsonaro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum