Imprensa livre e independente
17 de janeiro de 2019, 06h54

VIDEO: Polícia ataca manifestantes sentados durante ato contra aumento de tarifas em SP

Imagens mostram manifestantes mobilizados antes do início do ato, quando a PM começa a atirar bombas de gás e spray de pimenta.

Reprodução/Youtube
Vídeo que circula nas redes sociais mostra que a Polícia Militar do Estado de São Paulo atacou violentamente manifestantes sentados durante ato contra o aumento das tarifas nos transportes realizado em São Paulo na tarde desta quarta-feira (16). No vídeo, os manifestantes estão mobilizados antes do início do ato, quando a PM começa a atirar bombas de gás e spray de pimenta. Pessoas que passavam pelas proximidades no momento em que se iniciou a repressão relataram pelas redes sociais que a investida da PM foi despropositada, já que a manifestação sequer tinha começado e o ato seria pacífico. “Entrei no...

Vídeo que circula nas redes sociais mostra que a Polícia Militar do Estado de São Paulo atacou violentamente manifestantes sentados durante ato contra o aumento das tarifas nos transportes realizado em São Paulo na tarde desta quarta-feira (16).

No vídeo, os manifestantes estão mobilizados antes do início do ato, quando a PM começa a atirar bombas de gás e spray de pimenta.

Pessoas que passavam pelas proximidades no momento em que se iniciou a repressão relataram pelas redes sociais que a investida da PM foi despropositada, já que a manifestação sequer tinha começado e o ato seria pacífico. “Entrei no Belas Artes e tô aqui agora, manifestação tá aqui na frente. Não teve NADA, NADA. Eu estava AO LADO DOS POLICIAIS e eles se meteram no meio dos manifestantes durante o jogral e começaram a bater”, relatou uma internauta.

Veja também:  Cineasta olavista diz que MBL tem "inveja doentia" e conspira contra Bolsonaro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum