Imprensa livre e independente
04 de setembro de 2016, 09h28

‘Vomitaço’ contra Temer toma conta da página do G20 no Facebook

Foto do presidente chinês, Xi Jinping, com Michel Temer já tem mais de 100 mil comentários; quase a totalidade com protestos contra o golpe.

Foto do presidente chinês, Xi Jinping, com Michel Temer já tem mais de 100 mil comentários; quase a totalidade com protestos contra o golpe Por Redação Na página oficial do G20 no Facebook, a foto do presidente chinês, Xi Jinping, com Michel Temer já apresenta mais de 100 mil comentários, sendo quase a totalidade com críticas ao peemedebista, acusado de protagonizar um golpe contra Dilma Rousseff. Os internautas se manifestaram com um emoticon representando um vômito para mostrar desagrado em relação a Temer. Boa parte das imagens aparece acompanhada da expressão em inglês #StopCoupInBrazil e de pedidos de ajuda à...

Foto do presidente chinês, Xi Jinping, com Michel Temer já tem mais de 100 mil comentários; quase a totalidade com protestos contra o golpe

Por Redação

Na página oficial do G20 no Facebook, a foto do presidente chinês, Xi Jinping, com Michel Temer já apresenta mais de 100 mil comentários, sendo quase a totalidade com críticas ao peemedebista, acusado de protagonizar um golpe contra Dilma Rousseff.

Os internautas se manifestaram com um emoticon representando um vômito para mostrar desagrado em relação a Temer. Boa parte das imagens aparece acompanhada da expressão em inglês #StopCoupInBrazil e de pedidos de ajuda à comunidade internacional.

Temer foi à China para participar do encontro do G20 – grupo dos países com as maiores economias do planeta. Lá, chegou a dar entrevistas em que classificou os protestos contra ele como “antidemocráticos”.

vom1

vom2

Veja também:  Governo goiano premia PM que quase matou estudante durante protesto

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum