Imprensa livre e independente
17 de maio de 2018, 21h33

Wadih Damous vence na Justiça e consegue autorização para advogar para Lula

Com a decisão do TRF4, que acatou pedido da OAB, o deputado federal poderá realizar visitas ao ex-presidente na prisão, sem precisar pedir autorização, na condição de seu advogado

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que é ex-presidente da seção da Ordem dos Advogados do Brasil em seu estado (OAB-RJ), conseguiu autorização para visitar o ex-presidente Lula na superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) na condição de advogado do petista. A decisão, proferida no início da noite desta quinta-feira (17), foi do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que acatou pedido da Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR) e derrubou em decisão liminar a proibição de Damous visitar Lula, determinada pela juíza da execução penal, Carolina Lebbos. Wadih Damous,...

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que é ex-presidente da seção da Ordem dos Advogados do Brasil em seu estado (OAB-RJ), conseguiu autorização para visitar o ex-presidente Lula na superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) na condição de advogado do petista.

A decisão, proferida no início da noite desta quinta-feira (17), foi do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que acatou pedido da Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR) e derrubou em decisão liminar a proibição de Damous visitar Lula, determinada pela juíza da execução penal, Carolina Lebbos.

Wadih Damous, logo após a decisão, divulgou um vídeo em seu Facebook em que explica a decisão e comemora o fato de que agora poderá advogar para o ex-presidente Lula.

Assista.

Veja também:  Bolsonaro divulga vídeo de pastor que diz que ele foi "escolhido por Deus" para comandar o Brasil

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum