Imprensa livre e independente
27 de abril de 2018, 17h41

Xico Sá diz que MTST merece o Prêmio Esso por mostrar a verdade sobre o triplex

“Sei que o antipetismo projeta vocês, mas a vida e a história são maiores. Só reproduzir laudos, inquéritos e sentenças da primeira instância parece jornalismo, mas ainda está muito longe disso”, afirma

Foto: Divulgação Em sua conta no Twitter, o jornalista e escritor Xico Sá disse que “o jornalismo brasileiro tem sido igualmente condenado pela sentença do Moro por não checar porra nenhuma do que sai de lá como pena de cadeia. O MTST em uma ida ao triplex merece o prêmio Esso de 2018”. Essa premiação não existe mais, mas destacava as melhores reportagens da imprensa nacional. “Um jornalismo a reboque da masmorra das delações, porra, isso não é bom, vamos investigar, meus jovens. Sei que o antipetismo projeta vocês, mas a vida e a história são maiores. Quem sou eu...

Foto: Divulgação

Em sua conta no Twitter, o jornalista e escritor Xico Sá disse que “o jornalismo brasileiro tem sido igualmente condenado pela sentença do Moro por não checar porra nenhuma do que sai de lá como pena de cadeia. O MTST em uma ida ao triplex merece o prêmio Esso de 2018”. Essa premiação não existe mais, mas destacava as melhores reportagens da imprensa nacional.

“Um jornalismo a reboque da masmorra das delações, porra, isso não é bom, vamos investigar, meus jovens. Sei que o antipetismo projeta vocês, mas a vida e a história são maiores. Quem sou eu pra falar de reportagem, mas só reproduzir laudos, inquéritos e sentenças da primeira instância parece jornalismo, mas ainda está muito longe disso. Jornalismo é correr por fora e apurar o que não era confortável para a tese oficial, sinto muito”, acrescentou.

Veja também:  Após trapalhada no partido de Bolsonaro, oposição formaliza convite para Glenn Greenwald ser ouvido na Câmara

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum