Imprensa livre e independente
08 de março de 2018, 16h08

Marca ‘Zorba’ condiciona “homenagem” às mulheres ao sexo

A marca de cuecas parece não ter entendido bem o recado do Dia Internacional da Mulher. Como "homenagem" às mulheres, divulgou um vídeo com homens seminus fazendo poses sensuais e pagou anúncios orientando os homens a "caprichar na cueca"

A marca de cuecas Zorba parece não ter entendido bem o significado do Dia Internacional da Mulher. Enquanto os discursos sobre respeito, luta, igualdade, contra a objetificação e o machismo dominam as redes sociais, a empresa vai pelo caminho contrário e reduz a mulher ao sexo. Com informações do colaborador Eduardo Matysiak, Fórum apurou que a marca pagou um anúncio que foi veiculado em alguns jornais, como na Folha de São Paulo, em que orienta os homens a “capricharem” na cueca. “Hoje o dia é delas. Capriche na cueca”, diz a propaganda. [imagem no destaque] Na página do Facebook da...

A marca de cuecas Zorba parece não ter entendido bem o significado do Dia Internacional da Mulher. Enquanto os discursos sobre respeito, luta, igualdade, contra a objetificação e o machismo dominam as redes sociais, a empresa vai pelo caminho contrário e reduz a mulher ao sexo.

Com informações do colaborador Eduardo Matysiak, Fórum apurou que a marca pagou um anúncio que foi veiculado em alguns jornais, como na Folha de São Paulo, em que orienta os homens a “capricharem” na cueca.

“Hoje o dia é delas. Capriche na cueca”, diz a propaganda. [imagem no destaque]

Na página do Facebook da companhia a mensagem que reduz o significado do Dia da Mulher vai ainda além. Foi publicado um vídeo que começa com os dizeres: “No mês das mulheres, a Zorba presta uma homenagem a 160 milhões de brasileiras”. O que se vê na sequência são imagens de homens seminus fazendo poses sensuais. Ao fundo, sons de aplausos e gritos de mulheres indo ao delírio.

Internautas homens e mulheres lotaram os comentários com críticas à peça publicitária.

Veja também:  “É algo inútil e inadequado”, diz Doria sobre manifestações pró-Bolsonaro

Confira.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum